h e t e r o l ó g i c a .2021.

Aquilo que significa; mas não pode ser atribuído. o habitar de si. a memória [imaginação]. o absurdo. o sabor do tempo. a [não] correspondência. [desacostumar] sensação de queda: o insólito. o descansar do tempo. entre labirintos, uma borboleta. onde estão seus olhos? onde estão meus olhos?

stories01.png

BICHO .2018.

Há uma delicadeza em farejar o fluxo do corpo.

Eu tenho um bicho

Um bicho que habita o relevo das coisas 

bicho de canto, de chão, de quinas, bicho que não quer ser visto

O corpo entornado,

relevo que engole a si próprio.

Dançar é lamber as feridas

cá coisas para não esquecer

Figure 1 (original size).jpg

@danceforcam .2018.

Exercícios de dança para a câmera, compartilhados no Instagram. Parceria de Camila Soares e Cynthia Domenico.

IMG_E8528.jpg

florescer estrela .2019.

(em processo de semear)

Florescer estrela é um cheiro do que pode vir a ser uma dança de transitoriedade,  de desabrochar, de plantar e aprender a ouvir brotar.

florescer estrela.jpg

Homo Sacer .2017.

Esta videodança integra a pesquisa de Mestrado em Educação na UNIFESP intitulada "A Técnica Klauss Vianna: por uma micropolítica do corpo profano".

Homo Sacer 1.jpg